SINSPURS Saúde

SINSPURS e servidores querem igualdade na carga horária na Saúde de Rio Sul

SINSPURS e servidores querem igualdade na carga horária na Saúde de Rio Sul

Sindicato, comissão dos servidores, prefeito e secretário da Saúde se reuniram para resolver impasse

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio do Sul e Região (SINSPURS) vem buscando com os servidores da Secretaria da Saúde de Rio do Sul isonomia quanto a carga horária dos funcionários daquela secretaria. O descontentamento dos servidores é com a diferença de horas trabalhadas no setor de atendimento à população, oito horas diárias, em relação ao setor burocrático administrativo, que trabalha apenas seis horas.

Nesta terça-feira, 26, no auditório da prefeitura, reuniram-se as diretoras dos SINSPURS, presidenta Marilene Bach Espíndola e a vice-presidenta Ivone Lourenço, o advogado que faz a assessoria jurídica do Sindicato, Rodrigo de Souza e a comissão formada por servidores da Saúde, com o prefeito Garibaldi Antônio Ayroso, o Gariba, e o secretário da Saúde, Rodrigo Duarte.

De acordo com Marilene, todo o assunto da reunião foi sobre o impasse com a carga horária diferenciada na Secretaria da Saúde. “Os servidores não aceitam e querem isonomia quanto as horas trabalhadas”, afirmou.

O prefeito Gariba disse que vai tratar desse assunto específico, que ocorre na Saúde, mas que vai averiguar se em outras secretarias isso também vem acontecendo. Outra reunião vai ser marcada para os próximos dias, onde os encaminhamentos serão repassados aos servidores e ao Sindicato e o assunto volta a ser debatido.

“Vamos analisar os encaminhamentos propostos para ver se é possível chegar a um acordo que resolva esse impasse, que vem causando muito descontentamento nos servidores”, salientou Marilene, presidenta do SINSPURS.

FOTO: SINSPURS
Reunião busca solução para carga horária desigual na Secretaria da Saúde de Rio do Sul

OUTRAS INFORMAÇÕES: (47) 3521-0280, com Marilene ou Ivone, no SINSPURS.
_______________________________________